Domingo, 18 de Julho de 2010

My life without me II

 

 

Esta és tu.

 

Com os olhos fechados, debaixo de chuva.

 

Nunca imaginaste que um dia farias uma coisa destas.

 

Nunca te vistes como, não sei como o descreverias... como uma dessas pessoas que gostam de olhar para a lua, ou como alguém que passa horas a olhar as ondas ou o pôr do sol...

 

Acho que sabes qual o tipo de pessoas de que estou a falar,

 

Ou talvez não saibas.

 

De qualquer maneira, tu até gostas de estar assim, a combater o frio, a sentir a água passar pela tua camisa e a chegar a pele.

 

E a sensação do chão a crescer macio debaixo dos teus pés e o cheiro. E o som da chuva a bater nas folhas.

 

Todas as coisas de que falam nos livros que tu nunca leste.

 

Esta és tu.

 

Quem diria ?

 

Tu.

publicado por Narcolepsia às 02:11
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Julho de 2010

A repetição é um inferno/ benção

Perdemos tempo, ganhamos momentos..

 

Fomos derrotados, ultrapassámos obstáculos, amámos, odiámos;

 

Escolhemos caminhos.

 

Fomos enganados, caimos, rastejámos, levantámo-nos...

 

Ajudámos alguém a superar dificuldades; ajudámo-nos a nós próprios e tantas vezes tentaram ajudar-nos, sem saber

 

Gritámos, rimos, aprendemos, errámos...

 

Escondemo-nos;

Jogámos.

 

Encontrámo-nos, despedimo-nos, voltámos, chorámos, acreditámos, tentámos, mudámos...

 

Acima de tudo, vivemos.

 

 

Às vezes... a repetição é um inferno

e outras, apenas o decorrer normal da vida... que afinal nunca é apenas normal mas sim uma benção que nos é dada todos os dias.

 

Às vezes a nossa visão muda.

publicado por Narcolepsia às 04:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Julho de 2010

My life without me

Por mais importantes, por mais que tenham estado presentes e  ajudassem a aliviar os tempos difíceis...

 

Mesmo que apareçam nos sonhos, e me façam duvidar se voltarão...

Por mais que eu as queira...

 

 

Na verdade, tenho de continuar sem muitas coisas do passado que, no entanto, ficarão comigo na memória e no coração.


Nada será nosso de verdade. Há coisas que permanecem pouco tempo e têm uma importância imensa e, por ajudarem a substituir outras, pensamos que desta vez é que não as iremos perder...

 

Mas nada é nosso, apenas emprestado pela vida. E o tempo que ficarão connosco é incerto.

 

Cada momento é único e precioso, nada se repete da mesma forma, todas as experiências são necessárias para aprendermos, crescermos e continuarmos neste percurso onde, às vezes, parece que fomos atirados contra a nossa vontade e sem armas para nos defendermos. Mas temos: "...as asas de ouro da inteligência, o escudo de prata da vontade, a lança viva das palavras, as sandálias da coragem." (José Luis Martín Descalzo).

 

Ninguém é igual e ninguém sente exactamente o mesmo, nas mesmas alturas e da mesma forma. É dificil avançar quando se espera compreensão, apoio e força, aceitação de que somos únicos, respeito pelas fraquezas uns dos outros e concessão do tempo necessário para que cada um se consiga erguer de novo, e em vez disso, se empurramos e criticamos porque não somos fortes e não superamos as mágoas, todos ao mesmo tempo.

 

Às vezes erramos uns com os outros e connosco próprios. Peço desculpa e vou voltar a tentar.

 

In days ahead we find
We're strangers passing by
Was I wrong here, I wrong here?

I wasn't strong was I, strong was I?
Hey, what went wrong there?
We held on when they let go

Tonight we crawl to everyone
To save the things we never had there
They can't save a dying light

I had blamed everything on everyone
I had prayed for everything, for everyone

And we're only only

Faces are all blind
Strangers lost in time
Was I wrong here, I wrong here?
I didn't run did I, run did I?
And we're only only

And we're only wasting (time)

publicado por Narcolepsia às 01:22
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.arquivos

. Setembro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.Feel and Breath music

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.as minhas fotos

.posts recentes

. Tempo

. I believe in soulmates

. Escreve

. My mistake

. Dreaming light

. With arms wide open

. A dream

. Love letter

. Money means nothing

. Meyou :) 1 Maio 2010

. Paz

. A new life

. Ruas da saudade

. Failure

. Simplicidade = Felicidade

. Amor meu

. Amor

. Heaven

. Comprimidos

. Amor

.links

.Nºs curiosos pelos mirtilos

Contador de visitas
Contador Grátis

.tags

. todas as tags

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds