Quinta-feira, 14 de Julho de 2011

So Ashamed!

Envergonhei-me a sério....

 

Fui apagada.... outra pessoa tomou o meu lugar.... ninguém me agradeceu pelo que dei... mas ao contrário... retiraram-me das memórias de que fiz parte, para que contribui...

 

E porquê?

 

Sou palerma, não valho nada...? E é só a conclusão que se pode tirar... Para quê insistir em dizer que tenho alguma coisa boa, se tudo prova o contrário?

 

E não é a espezinharem-me que vou ter amor próprio...

 

Não é a testarem a minha resistencia que gostam de mim, principalmente quando sabem a minha fragilidade.

 

Para mim, esta vida não tem sentido... Cada vez mais e mais...

 

O pior golpe é aquele que é dado por quem não esperávamos.

 

Como posso confiar? Por mais honesta que tente ser, parece que recebo o contrário do que dou.

As ilusões rodeiam-nos... Se quem parecia ter melhores intenções, com toda a facilidade, me empurra para um buraco sem sequer lá querer voltar a espreitar!?

 

Queria saber o porquê... Porque me fazem sentir tão desprezível? E ainda me culpam de não reagir! É o expoente da loucura! É onde me querem levar... Porque não respeitam a minha sinceridade? a minha simplicidade? a minha discrição? a minha timidez? o meu amor? a minha ferida?

 

Que o mundo é injusto! Não me serve de resposta! Isso é o mesmo que nada! Isso não explica, nao resolve. Isso deixa tudo igual e ficamos na mesma situação, sem fazer nada de melhor nas nossas vidas e nas vidas dos outros.

 

Talvez porque eu seja insignificante, e fácil de esquecer, porque não sou suficientemente ... "aquilo que nunca serei"... e nunca serei porque não me exibo, porque sou como a arvore que no meio da floresta dá sombra, mas um dia lembram-se de a cortar porque a arvore ao lado também dá sombra, talvez não tanta, mas a outra estava velha e a nova tem direito a permanecer, tem umas folhas mais elegantes e brilhantes que se pavoneiam quando o vento e o sol lhes bate.

 

Agradeço pelo tempo em que me deixaram dar sombra e lamento as luzernas que deixei passar.

 

Que mais posso fazer, senão agradecer por ter tido sol e vento também nas minhas folhas que agora se encolhem com medo da serra que agora corta os ramos?

 

publicado por Narcolepsia às 03:05
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.arquivos

. Setembro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.Feel and Breath music

.Setembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.as minhas fotos

.posts recentes

. Tempo

. I believe in soulmates

. Escreve

. My mistake

. Dreaming light

. With arms wide open

. A dream

. Love letter

. Money means nothing

. Meyou :) 1 Maio 2010

. Paz

. A new life

. Ruas da saudade

. Failure

. Simplicidade = Felicidade

. Amor meu

. Amor

. Heaven

. Comprimidos

. Amor

.links

.Nºs curiosos pelos mirtilos

Contador de visitas
Contador Grátis

.tags

. todas as tags

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds