De Carla a 25 de Abril de 2010 às 21:27
Nunca tinha visto nenhum autor descrever este sentimento de "culpa" e "inacção" que eu também sinto, desde que o meu pai morreu - e inacreditavelmente já passou quase um ano (e ainda hoje tenho dias em que este sentimentos não me saem da cabeça e geram em mim uma choradeira pegada, mas que sempre vai servindo de alívio, quando feita nos braços certos).


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres